Eixão Agro agita Brasilia e tem a CAMPO como apoiadora

Tenda da CAMPO, Conab e Sicoob

Tenda da CAMPO, Conab e Sicoob


Nem sempre o caminho dos alimentos para a população precisa passar pelos supermercados e no Distrito Federal, além de feiras permanentes, também existem eventos pontuais que buscam aproximar quem mora na cidade dos produtos e produtores rurais, como o Eixão Agro, ocorrido no último domingo, 10. Além da comercialização de legumes, frutas, verduras, produtos agroindustriais ou flores, o evento apresentou ao público empresas e iniciativas que promovem o desenvolvimento da agricultura no Cerrado e, assim, a CAMPO levou para a rua um pouco dos seus 40 anos de história, os serviços e áreas em que atua.
Durante todo o dia consultores da CAMPO conversaram com a população que passava pelo Eixão Agro, na altura das quadras 8 e 9 da Asa Norte de Brasília. Entre as coisas que mais chamaram atenção estavam as amostras da produção de mudas de banana in vitro, que despertou a curiosidade de adultos e crianças e, especialmente, de agricultores que ali estavam para comercializar seus produtos e conhecer novidades.
CAMPO participou, também, como apoiadora do evento, junto com o Sebrae, o Sicoob e a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O Eixão Agro foi realizado pela Federação da Agricultura e Pecuária do Distrito Federal (Fape-DF) em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-DF), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-DF), Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Rural (Seagri-DF) e as Centrais de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa-DF). A segunda edição do Eixão Agro contou com 50 expositores do DF e entorno e teve um público de cerca de 12 mil pessoas.

Agricultura no DF
Apesar de pequeno em extensão, o Distrito Federal possui uma rica faixa de terra produtiva. No total, 70% do território é composto por terras rurais. O setor agrícola emprega cerca de 30 mil pessoas e o Valor Bruto da Produção (VBP) do DF gira em torno de R$ 2,5 bilhões, segundo a Fape-DF. A federação estima, ainda, que existem 29 mil propriedades rurais na região.